Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Verdadeiro ou falso: Prefeitura de Mogi pode cobrar apenas R$ 1 da “taxa do lixo”?

Algumas pessoas estão "informando" que o município pode cobrar só esse valor referente à taxa de saneamento básico imposta pelo Governo Federal. A GAZETA esclarece para você

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Algumas pessoas estão “informando” que o município pode cobrar só esse valor referente à taxa de saneamento básico imposta pelo Governo Federal. A GAZETA esclarece para você

Por Will Siqueira / Arte: Giovanna Figueiredo

Algumas pessoas de Mogi das Cruzes estão espalhando, via redes sociais, que a prefeitura pode cobrar somente o valor simbólico de R$ 1,00 referente à Taxa de Custeio Ambiental, chamada popularmente de “taxa do lixo”, a qual foi determinada por lei pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Isso é falso ou é verdadeiro? A população deve entender que a taxa é uma obrigação imposta a todos os municípios, e não é possível fazer uma taxa simbólica, nem um valor fixo.

A Lei Federal que estabeleceu o Novo Marco do Saneamento Básico no Brasil determina que os municípios instituam uma cobrança que cubra o custeio real da coleta de resíduos sólidos.

Portanto, se o município não instituir a cobrança, a cidade pode ser penalizada com o não-recebimento de benefícios ou repasses federais, pois estará numa situação irregular.

É importante ressaltar que todos os municípios brasileiros, sem exceção, terão de cobrar essa taxa de seus habitantes de alguma forma: seja por meio da conta de água, de luz, IPTU etc. Cada município define a melhor maneira.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade