Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Sistema de saúde de Arujá terá reforço com construção de hospitais adulto e pediátrico

As reclamações dos arujaenses relacionadas a dificuldades de atendimento médico-hospitalar na cidade, que tem apenas duas unidades de saúde com capacidade regular para atender a grande demanda da população, tendem a acabar com a construção do Hospital Municipal de Arujá. Ao tomar posse como prefeito, Luís Camargo (PSD), o Dr Camargo, fez questão de destravar o processo licitatório como primeiro ato de seu governo. Além da construção do hospital para adultos, ele também já anunciou a construção de um hospital pediátrico.

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

‘Hospital Municipal será entregue nesse mandato’, garante Dr Camargo

Por Aristides Barros / Foto: Bruno Arib

As reclamações dos arujaenses relacionadas a dificuldades de atendimento médico-hospitalar na cidade, que tem apenas duas unidades de saúde com capacidade regular para atender a grande demanda da população, tendem a acabar com a construção do Hospital Municipal de Arujá. Ao tomar posse como prefeito, Luís Camargo (PSD), o Dr Camargo, fez questão de destravar o processo licitatório como primeiro ato de seu governo. Além da construção do hospital para adultos, ele também já anunciou a construção de um hospital pediátrico.

As queixas costumeiras de usuários do PA (Pronto Atendimento) e PAM (Pronto de Atendimento Municipal) herdadas das https://portalgazetaregional.com.br/wp-content/uploads/2023/06/ed440.pngistrações anteriores não foram resolvidas nem pelo antecessor do atual prefeito, que era um médico e, por força do ofício, tinha a obrigação de pautá-la como prioridade.

Esse é o pensamento do pintor Alan Fagundes, 39 anos, que avalia que a construção de um hospital seria bom para a população. “Eu morava em Guarulhos e lá tem todo um aparato para atender o povo, acredito que Arujá logo terá o seu próprio hospital”, disse ele, que esperava a esposa sair do PAM, onde foi à procura de atendimento médico.

O desempregado Erick Henrique de Macedo, 24, também ressaltou. “Passou da hora da cidade ter um hospital. Os dois prontos atendimentos são insuficientes para atender a cidade inteira”, disse, ressaltando que “ainda vem pessoas de outras cidades procurando ser atendidas em Arujá”, e completou: “A construção de um hospital está sendo aguardada há muito tempo e vai ser excelente quando for construído”, observou.

O coletor Sergio Leandro da Silva também opinou. “Um hospital é o que estamos realmente precisando que seja construído”, falou tenso porque esperava que a filha de seis anos fosse atendida no PAM. Ele demonstrou contentamento em saber que já está na planilha da prefeitura o esboço para a construção do Hospital das Crianças. “Ter o hospital municipal e o hospital pediátrico vai ser muito bom para a nossa população. Esperamos que isso aconteça o mais rápido possível.”

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade