Ryan Rik Ferraz: aos 19 anos, designer gráfico se destaca em meio a uma geração que terá dificuldades para ingressar no mercado de trabalho

Por conta da pandemia de coronavírus, mais de um em cada seis jovens do mundo precisaram deixar de trabalhar, de acordo com estimativas da OIT (Organização Internacional do Trabalho). Em Mariana (MG), o cenário para a geração de empregos é ainda mais complicado, considerando que o município sofreu um desastre ambiental em 2015, quando uma barragem de rejeitos de minério se rompeu e liberou 62 milhões de m³ de lama.

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Enquanto jovens do mundo todo sofrem os efeitos sociais da pandemia de coronavírus, ele constrói sua carreira e escreve livro para ajudar outras pessoas

Por Lailson Nascimento / Foto: Arquivo Pessoal

Por conta da pandemia de coronavírus, mais de um em cada seis jovens do mundo precisaram deixar de trabalhar, de acordo com estimativas da OIT (Organização Internacional do Trabalho). Em Mariana (MG), o cenário para a geração de empregos é ainda mais complicado, considerando que o município sofreu um desastre ambiental em 2015, quando uma barragem de rejeitos de minério se rompeu e liberou 62 milhões de m³ de lama.

No mês em que se comemora o Dia do Trabalho (1º de maio), a GAZETA traz a história do mineiro de Mariana Ryan Rik Ferraz, 19 anos. Mesmo em meio às dificuldades impostas à atual geração de jovens, ele já é um designer gráfico renomado e, devido ao rápido crescimento profissional, quer levar adiante um segredo que o pai, que é açougueiro, e a mãe, dona de casa, lhe ensinaram: valorizar as oportunidades que a vida concede.

Convidado a fazer uma reflexão sobre a sua trajetória profissional, Ryan Rik destacou que vem de uma família humilde, que não tem muitas condições financeiras, mas que sempre teve a oportunidade de estudar. Esse foi o motivo que o levou a escrever o livro ‘Como se tornar um designer de sucesso’, cuja obra promete servir de inspiração para outras pessoas que queiram trabalhar na área de design gráfico.

Na obra literária, que é dividida em dois capítulos, ele fala sobre o mercado de trabalho, ensina técnicas da profissão e revela um pouco do seu talento profissional. Uma das artes digitais de sua autoria que compõem o livro, inclusive, é de outro jovem e talentoso mineiro que inspira milhares de brasileiros por meio da arte: o cantor Djonga.

‘Uma hora você quer pegar no revólver, outra hora quer ler um livro, até entender o seu caminho’

O livro de Ryan Rik, cuja edição está sendo concluída, termina com a frase acima. Para o autor ela não é apenas uma expressão de efeito, mas um resumo de sua trajetória.

“Quando eu tinha 17 anos um colega me apresentou o Photoshop. Aí foi amor à primeira vista, e o Photoshop se tornou uma válvula de escape para que eu não ficasse na rua e, consequentemente, não fosse pro mau caminho.”

O designer também se recorda que o início teve as suas dificuldades, mas graças aos investimentos que fez em ferramentas de trabalho, realização de cursos e, principalmente, apoio da família, hoje ele tem trabalhos publicados até fora de Minas Gerais.

“Muitos que vieram de onde eu vim não têm a mesma oportunidade. Minha família sempre acreditou no meu trabalho, minha mãe principalmente, e graças a esse incentivo hoje trabalho por conta própria. Daqui a alguns anos sonho em abrir uma gráfica, também penso em fazer faculdade de história, mas o objetivo é fazer o meu trabalho acontecer de verdade. Estou colhendo frutos do que plantei lá atrás, sempre quis ser relevante em minha cidade ou Estado, e pode ter certeza que sempre vou fazer o meu melhor”, concluiu.

Confira o perfil profissional de Ryan Rik Ferraz no Instagram:

https://www.instagram.com/design_grafico.rk

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade