Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Itaquá investe na merenda escolar e inclui strogonoff no cardápio dos estudantes

Alimentação também conta com frutas, verduras e legumes da agricultura familiar; prato especial foi pedido especial de aluno
Pedido especial foi feito pelo estudante Davi Luiz Silva de Melo, do 4º ano da EMEB Prefeito Benedito Barbosa de Moraes, na Vl São Carlos
Pedido especial foi feito pelo estudante Davi Luiz Silva de Melo, do 4º ano da EMEB Prefeito Benedito Barbosa de Moraes, na Vl São Carlos - Foto: Eduardo Borges

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Garantir uma alimentação saudável aos estudantes municipais é uma prioridade da Prefeitura de Itaquaquecetuba. Pensando nisso, a merenda escolar está ganhando cada vez mais cor e sabor. Isso porque a partir de agora o cardápio conta com mais um prato: strogonoff.

O pedido especial foi feito pelo estudante Davi Luiz Silva de Melo, do 4º ano da EMEB Prefeito Benedito Barbosa de Moraes, na Vila São Carlos. Após analisar a viabilidade, o prato passou a ser oferecido para todas as escolas, com exceção das creches. A receita agradou o paladar das crianças.

“Atendemos o pedido de strogonoff com alegria. Os alimentos oferecidos nas escolas são cuidadosamente preparados e distribuídos com muito carinho. A merenda escolar representa a segurança alimentar dos estudantes”, disse o prefeito Eduardo Boigues (PL).

Como parte dos investimentos na merenda escolar, neste ano, mais de 138 toneladas de frutas, verduras e legumes da agricultura familiar foram entregues nas unidades para promover uma transformação na alimentação dos 43 mil estudantes.

Desde 2021, foram quase 470 toneladas. Batata, cenoura, pimentão, chuchu, alface, brócolis, couve-flor, escarola, espinafre, salsinha, cebolinha, abobrinha, mandioca, milho e vagem são algumas das opções oferecidas.

Uma gama de frutas como atemoia, banana, goiaba, caqui, abacate e uva também são ofertadas. O cardápio do almoço, inclusive, conta sempre com arroz, feijão, carne ou frango, salada e, como sobremesa, uma fruta.

“As escolas aproveitam para caprichar na apresentação e organizam os alimentos de maneira lúdica para transformar a refeição em um momento divertido e agradável”, destacou o secretário de Educação, José Rosa.

O cardápio segue o padrão da legislação, abrangendo todos os grupos alimentares com fontes energéticas e proteicas, além de cereais enriquecidos em vitaminas e minerais, respeitando os hábitos culturais com mapeamento e sazonalidade da produção da agricultura familiar.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

daredacao
Reportagens - 11769
Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade