Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Tapetes de Corpus Christi reúnem 6 mil pessoas em Itaquá

Evento, na quinta-feira (30), reuniu arte, cultura e tradição em apresentação de 74 tapetes confeccionados por cerca de 700 voluntários
Após a missa de Corpus Christi, os fiéis seguiram em procissão pelo trajeto dos tapetes
Após a missa de Corpus Christi, os fiéis seguiram em procissão pelo trajeto dos tapetes - Foto: Dayane Oliveira

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Fé, arte e emoção: assim pode ser resumido o XXXIII Encontro de Tapetes de Corpus Christi – Tradição e Beleza de Itaquaquecetuba, realizado na quinta-feira (30). Tradicional na cidade, o evento contou com a apresentação de 74 tapetes confeccionados por cerca de 700 voluntários, além da missa solene, procissão e, ao final do dia, a premiação dos tapetes que se destacaram.

Os trabalhos foram avaliados em duas categorias: especial e estudantil. Criatividade e originalidade, técnica de montagem, pertinência temática e a utilização de materiais recicláveis foram os critérios levados em consideração. Em cada categoria, os primeiros colocados ganharam R$ 10 mil, os segundos R$ 7 mil e os terceiros R$ 5 mil. Os prêmios foram custeados por empresários da cidade.

Na categoria especial, a equipe Arte Sacra conquistou o primeiro lugar, seguida pela equipe Nossa Senhora de Fátima e, em terceiro, a equipe da UNG (Universidade de Guarulhos) – campus Itaquá. Na categoria estudantil, a Emeb Michel Alves ficou com o primeiro lugar, a Emeb Aureliano Leal com o segundo e a Creche Padre João Minozzi com o terceiro.

“Todos os anos é emocionante acompanhar nossa cidade revivendo uma tradição de séculos. Mais importante que reunir famílias e a comunhão entre a arte e a fé, é saber que estamos mantendo a história viva, com nossas características e origem”, afirmou a secretária de Cultura, Vanessa Almeida.

As confecções dos tapetes começaram por volta das 7h nas imediações da praça Padre João Álvares, no Centro. Os voluntários utilizaram serragem, areia, sal e materiais recicláveis para criar os tapetes. Por fim, o corpo de jurados, formado por técnicos de outras cidades, sem vínculo com os concorrentes, fizeram as análises.

Após a missa de Corpus Christi, os fiéis seguiram em procissão pelo trajeto dos tapetes, um momento de grande emoção para os presentes, que celebraram mais um ano de sucesso do evento. “Itaquá se renova a cada ano. O melhor retorno para nós é ver tantas famílias reunidas, crianças e adultos no mesmo espaço dividindo emoções. A palavra é gratidão”, completou o prefeito Eduardo Boigues (PL).

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade