Salesopolenses buscam forças em São José para superar os momentos difíceis da cidade

A esperança é a última que morre e quem tem fé faz com que ela seja renovada todos os dias. Os salesopolenses são crentes nesse ditado popular e se fortificam por meio dele, aumentando as forças nas orações que fazem a São José, santo padroeiro da cidade, onde pedem sua intercessão, junto a Deus, para que o mau que paira sobre a cidade e o país logo termine, trazendo dias de paz e saúde.

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Covid assusta município, que pede ajuda ao seu Santo padroeiro

Por Aristides Barros / Foto: Bruno Arib

A esperança é a última que morre e quem tem fé faz com que ela seja renovada todos os dias. Os salesopolenses são crentes nesse ditado popular e se fortificam por meio dele, aumentando as forças nas orações que fazem a São José, santo padroeiro da cidade, onde pedem sua intercessão, junto a Deus, para que o mau que paira sobre a cidade e o país logo termine, trazendo dias de paz e saúde.

Católica e dona de uma simpatia sem limites, a dona Vera Lúcia do Prado, 69 anos, está entre as pessoas que dobram os joelhos em orações para superar e vencer “todo o mau que está aí”.

“Com a ajuda dos santos e anjos de Deus iluminamos nossos caminhos, suportamos a dor e reforçamos as esperanças que tudo vai passar. É preciso ter fé em tudo que é bom. E o nosso São José, que cuidou da Família Sagrada, está cuidando de nós”, disse.

O mesmo pensamento é partilhado por Melissa Aparecida Moraes Miranda, 26, pedindo a intercessão para nos ajudar nesse momento que é difícil para todos.

“Muitas famílias em dificuldades, muitas dificuldades na área da saúde. Ele ajuda quem está passando por essa tribulação e preciso ter fé, acreditar. Ele (São José) é o porto seguro que temos do nosso lado e na nossa cidade para passar por esse momento difícil”, afirmou.

David Gomes Soares é taxativo. “Sim acredito, porque tudo que está relacionado a Deus e os santos estão intercedendo por nós. Eles nos ouvem e, com a intercessão deles, com certeza vêm os dias melhores. Não tenha dúvidas que tudo isso vai passar. É preciso acreditar com fé, com força”, assinala.

Um dos donos da Padaria São José, Cláudio Luiz de Souza Lorca, 39, acredita na força do santo protetor da cidade. “Sim, não é à toa que o nosso comércio está aberto há 40 anos. Ele ajuda o nosso estabelecimento, ajuda a cidade e entregamos tudo no nome dele, para que ele nos ajude ainda mais”, afirmou.

A relação comum entre os entrevistados é que todos eles têm uma ligação íntima com o padroeiro de Salesópolis solidificada nos próprios locais em que trabalham, que são batizados com o nome da divindade. Do Centro Comercial São José, onde estão Melissa e David, à padaria dos Lorca, à casa de dona Vera, endereço onde reside a fé partilhada por toda a cidade, cuja data de celebração do Santo Padroeiro é celebrado no dia 19 de março.

VEJA MAIS:

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade