Priscila Gambale cria programa emergencial para ferrazenses

A Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos irá lançar, até o fim do primeiro semestre, as inscrições para o Bolsa Ferraz. Criado pela gestão da prefeita Priscila Gambale (PSD), o programa emergencial de fomento econômico já foi aprovado pela Câmara Municipal e só depende de detalhes para o início das contratações. O objetivo inicial é de beneficiar mil ferrazenses.

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Prefeitura vai conceder bolsa auxílio com qualificação profissional a mil pessoas; programa terá 12 meses

Por Lailson Nascimento / Foto: Bruno Arib

A Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos irá lançar, até o fim do primeiro semestre, as inscrições para o Bolsa Ferraz. Criado pela gestão da prefeita Priscila Gambale (PSD), o programa emergencial de fomento econômico já foi aprovado pela Câmara Municipal e só depende de detalhes para o início das contratações. O objetivo inicial é de beneficiar mil ferrazenses.

Com bolsa-auxílio de R$ 1 mil, o programa municipal vai oferecer qualificação profissional e cesta básica aos cerca de mil beneficiados. O prazo mínimo de concessão do benefício é de 12 meses, podendo ser prorrogado por mais seis meses.

O cadastramento e seleção serão realizados, respectivamente, pelas Secretarias Municipais de Administração e de Assistência Social. Ainda não há uma data definida para que as contratações sejam iniciadas.

Só poderá se inscrever quem é morador de Ferraz. Além de ser maior de idade, o candidato deverá comprovar que está desempregado e não está recebendo seguro-desemprego ou qualquer outro tipo de benefício previdenciário. A renda mensal familiar também não pode ultrapassar meio salário mínimo. Apenas um membro de cada família poderá ser beneficiado.

A prioridade de seleção será dada da seguinte forma: maior tempo de desemprego; menor renda familiar per capita; maior número de filhos menores de 18 anos. Os contratados atuarão em serviços de limpeza, conservação e reforma de bens públicos, assistência a situações de calamidade pública, conscientização de protocolos de prevenção à Covid-19, entre outras atividades. Eles também receberão qualificação profissional.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade