Mortos e feridos em acidente na rodovia Ayrton Senna, em Itaquá

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

A colisão envolvendo dois caminhões, um carro e uma moto deixou um saldo trágico de vítimas: e muito sangue no asfalto

Da Redação / Foto: Reprodução

O Km 41 da rodovia Ayrton Senna da Silva, já em Itaquaquecetuba, foi palco de um violento acidente nesta segunda-feira (8) que resultou nas mortes do casal Alírio Paulo da Silva Júnior, 39 anos, e Tatiane Bueno Fernandes da Silva, de 35 anos, e ferimentos no agente de segurança Edson Rodrigues Serrano, 56 anos, e no caminhoneiro Antonio Carlos Lindoso Santos, 40 anos.    

Ao volante do caminhão Mercedes Benz estava Luis Henrique Brás de Faria, 33 anos, que veio a perder o controle quando outro caminhão, um Volks, dirigido pelo também caminhoneiro Antonio Carlos Lindoso Santos, 40 anos, bateu na traseira do Mercedez.

Com o impacto da batida o caminhão de Luis foi lançado para o canteiro da pista momento em que colidiu com o Renault onde estava o casal. Marido e esposa morreram na hora. Na sequência do acidente a moto do agente de segurança Edson Rodrigues vinha sentido Rio de Janeiro e tentando desviar do carro do casal, mas não conseguiu. Ele teve ferimentos graves.

O agente de segurança e caminhoneiro do Volks, que seria o responsável pela tragédia foram socorridos e levados para o Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes.  O outro motorista do Mercedes bem não sofreu nenhum arranhão. Ele só teve a traseira do Mercedes danificada.   

A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar Rodoviária e o caso registrado na Delegacia Central de Flagrantes, ficou caracterizado como homicídio culposo (não intencional) e lesão corporal. A Polícia Científica trabalha para esclarecer a causa do acidente.

Erramos – O caminhão que provocou o acidente resultante na morte do casal Alírio Paulo da Silva Júnior, 39 anos, e Tatiane Bueno Fernandes da Silva, de 35 anos, e que invadiu a pista contrária ocasionando a tragédia foi o Volks, que estava sendo conduzido pelo motorista Antonio Carlos Lindoso Santos, 40 anos, e não o Mercedes Benz, dirigido pelo caminhoneiro Luis Henrique Brás de Faria, 33 anos.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade