Luis Camargo: ‘Saúde e geração de renda são os pilares do nosso governo em Arujá’

Em sua primeira entrevista exclusiva à GAZETA, o prefeito de Arujá, Luis Camargo, o Dr Luis Camargo (PSD), foi direto ao ponto: “Estamos focados na questão da saúde, devido à Covid-19, mas não deixamos de lado o pilar do desenvolvimento.” Segundo ele, “a cidade estará totalmente preparada para a retomada econômica assim que a pandemia for controlada.”

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Prefeito fez um panorama dos primeiros 60 dias de sua gestão na cidade

Por Lailson Nascimento / Foto: Bruno Arib

Em sua primeira entrevista exclusiva à GAZETA, o prefeito de Arujá, Luis Camargo, o Dr Luis Camargo (PSD), foi direto ao ponto: “Estamos focados na questão da saúde, devido à Covid-19, mas não deixamos de lado o pilar do desenvolvimento.” Segundo ele, “a cidade estará totalmente preparada para a retomada econômica assim que a pandemia for controlada.”

Confira os principais trechos da entrevista:

Gazeta Regional (GR): Como a Prefeitura de Arujá está enfrentando a pandemia?

Luis Camargo: Nós estamos com dificuldades. Foram montados os leitos de UTI, mas os Governos Estadual e Federal simplesmente cortaram os recursos. Todo esse dinheiro que o Governo Federal tem dito que enviou para os Estados e municípios ele realmente enviou, mas para a crise de 2020. Só que nós estamos em 2021, um outro momento. Quer dizer, não tinha sido concebido o ano de 2021 naquelas proposituras do passado. Estamos buscando junto ao Governo do Estado um aporte financeiro, de modo que a gente possa manter os leitos de UTI e continuar prestando o serviço à população.

GR: A https://portalgazetaregional.com.br/wp-content/uploads/2023/06/ed440.pngistração anterior só fechou as contas de 2020 no azul devido aos repasses da União e do Estado …

Camargo: É imprescindível. A cidade nunca manteve leitos de UTI, mas, de uma hora para outra, temos 16 leitos. Se em momentos melhores a cidade não tinha condições de bancar dois, três, quatro leitos de UTI, como vai bancar 16 leitos nesse momento. Portanto, é imprescindível que os Governos Estadual e Federal mandem recursos para a cidade. Nós não recebemos apenas pacientes de Arujá. Foi justamente essa a conversa que tive com o secretário estadual de Saúde, no sentido de um auxílio para custeio desses leitos. Estamos aguardando o retorno.

GR: E a volta às aulas, como ficou?

Camargo: Nosso desejo e trabalho foi para que as aulas presenciais voltassem de maneira escalonada, com 20% de alunos nas aulas presenciais a cada dia, a partir do dia 15. Já estamos com aulas, através do sistema telepresencial, agora, o retorno a partir do dia 15 nós estamos em análise, porque tivemos uma recomendação do comitê Covid e o próprio Condemat está pensando e repensando se é um bom momento para a volta.

GR: Na educação profissional, existem novidades?

Camargo: Tive uma reunião com os diretores do Senai e nós estamos restabelecendo o convênio, porque a Prefeitura de Arujá, no passado, não havia renovado o convênio com o Senai, e a escola estava em vias de ser fechada. Hoje já estamos pensando na retomada das aulas e dos cursos. Assim que a pandemia acalmar nós temos, por exemplo, o compromisso de implementar principalmente os cursos mais procurados na região. O que nos deixa bastante satisfeitos é a possibilidade de gerar o primeiro emprego.

GR: A população pode continuar confiando no trabalho voltado para a saúde e o desenvolvimento?

Camargo: Toda nossa gestão tem se pautado em dois pilares. Saúde de um lado e desenvolvimento, emprego e renda do outro. Essas são as duas matrizes que sustentam toda a nossa atuação. A gente acredita que esses dois assuntos têm de ser as prioridades do governo. Estamos começando um estudo para pensar em uma política de incentivo para atração de empresas na cidade, por exemplo. Arujá nunca fez isso, nunca deu atenção nesse sentido.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade