Itaquá aperta o cerco contra clandestinos e anuncia melhorias no transporte público

Quem utiliza o transporte público em Itaquaquecetuba já deve ter percebido: assim como em outras áreas, a gestão do prefeito Eduardo Boigues (PP) ampliou a fiscalização contra transportadores clandestinos. Com um saldo de cinco vans apreendidas durante a atividade irregular, a ação conjunta entre as Secretarias Municipais de Transportes e de Segurança tende a aumentar. Tanto que já existe um mapeamento das linhas e itinerários e pontos de encontro dessas vans.

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

“O desafio é grande, mas a vontade de superar é maior”, afirma prefeito

Por Lailson Nascimento / Foto: Divulgação

Quem utiliza o transporte público em Itaquaquecetuba já deve ter percebido: assim como em outras áreas, a gestão do prefeito Eduardo Boigues (PP) ampliou a fiscalização contra transportadores clandestinos. Com um saldo de cinco vans apreendidas durante a atividade irregular, a ação conjunta entre as Secretarias Municipais de Transportes e de Segurança tende a aumentar. Tanto que já existe um mapeamento das linhas e itinerários e pontos de encontro dessas vans.

No fim de semana, a GCM realizava patrulhamento de rotina no Jardim Josely quando avistou um veículo suspeito. Ao realizar a abordagem, foi contatado que se tratava de transporte clandestino. Segundo os guardas, o motorista da van fugiu do local para não ser detido, abandonando os passageiros. Essa foi apenas uma das abordagens nos últimos 30 dias.

“Embarcar em transporte clandestino pode acarretar uma série de perigos, pois sem a fiscalização adequada não é possível garantir segurança aos usuários de transporte”, ressaltou o secretário de Segurança, Anderson Caldeira.

Ainda segundo ele, o município tem a responsabilidade de fiscalizar a segurança do usuário, e não pode, de nenhuma forma, permitir a realização de transporte coletivo de pessoas que não seja regulamentado, que não tenha os veículos vistoriados e que os condutores não sejam capacitados.

Melhorias

Paralelamente à fiscalização contra os clandestinos, Boigues também já se reuniu com a concessionária Expresso Planalto para exigir da empresa o cumprimento de melhorias relacionadas ao serviço.

De acordo com a https://portalgazetaregional.com.br/wp-content/uploads/2023/06/ed440.pngistração municipal, há todo um planejamento com estudo de demandas, instalação de novos abrigos, implantação de aplicativo, exigindo da permissionária a troca de veículos, limpeza, conservação e pontualidade nas linhas, visando justamente dar uma melhor qualidade de serviços ao usuário.

“O transporte público é um dos grandes desafios para Itaquá. Um problema de anos que estamos encarando com trabalho sério. Já começamos o planejamento de dois novos terminais, internet nos pontos de ônibus e GPS para fiscalizarmos o trajeto dos veículos. Há algumas semanas, já confirmamos que a gratuidade dos idosos continua e não será cortada nas linhas municipais. Nossa gente trabalhadora merece um transporte público de qualidade, digno e seguro”, resumiu o prefeito.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade