Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Guarulhos aplica primeira dose da vacina contra a Covid-19 em mais de 200 indígenas

Os povos indígenas são prioridade nos Programas Nacional e Estadual de Imunização e na cidade de Guarulhos, 202 nativos de várias etnias já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A imunização aconteceu nos dias 03, 08 e 09 de fevereiro.

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

O maior município da região do Alto Tietê possui cerca de 1.500 nativos de 14 etnias que vivem no contexto urbano

Por Marcela Vasconcelos – Especial para a GAZETA / Foto: Marcela Vasconcelos

Os povos indígenas são prioridade nos Programas Nacional e Estadual de Imunização e na cidade de Guarulhos, 202 nativos de várias etnias já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A imunização aconteceu nos dias 03, 08 e 09 de fevereiro.

Os primeiros contemplados foram 33 indígenas que vivem na aldeia “Filhos da Terra” no bairro Cabuçu. Já nos dias 08 e 09, a aplicação aconteceu em duas UBS (Unidades Básicas de Saúde) da cidade.

As UBS Cabuçu e Soberana são referência para atendimento desta população. Nos dois dias foram vacinados 168 nativos acima de 18 anos, mapeados pelo único agente de saúde indígena que atua em Guarulhos.

O acompanhamento dos aldeados e inseridos no contexto urbano é feito por Pedro Henrique Pancararé. O agente de saúde explicou que é necessário apresentar uma declaração indígena para aplicação da vacina. Ele destacou as dificuldades dos povos indígenas que vivem em grandes cidades.

Depois que a vacina contra a Covid-19 foi aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), uma das primeiras imunizadas em São Paulo foi Vanusia Kaimbé. Ela que também foi agente de saúde no município visibilizou a volumosa presença de diversas etnias indígenas no Estado.

Para o Cacique Alex Wera Kaimbé, a data foi um marco para os povos indígenas não só em São Paulo, mas no Brasil, já que foi possível reunir para vacinação centenas de pessoas de etnias diferentes em um mesmo contexto.

Segundo Awa Were, tupi e presidente da Associação Arte Nativa Indígena de Guarulhos, as reivindicações para os direitos dos povos indígenas urbanos são constantes. Segundo ele, são décadas de negociação com poder público para garantia de direitos sociais.

A previsão de aplicação da segunda dose é nos dias 01 e 02 de março para aqueles que foram imunizados nas UBS, com a coronavac do Butantan. Já os aldeados devem receber a segunda dose somente em 03 de maio, o imunizante utilizado foi o de Oxford/Fio Cruz.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade