Guararema apresenta planejamento para a vacinação contra a Covid-19

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

A campanha de imunização começa dia 25 de janeiro com grupos prioritários definidos pelo Governo de São Paulo, incluindo trabalhadores de saúde

Da Redação / Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde de Guararema apresentou, na terça-feira (12), o planejamento da campanha de vacinação contra a Covid-19 no município. A Escola Profissionalizante Prefeito Sebastião Alvino de Souza, localizada no bairro Nogueira, funcionará como a Central de Vacinação Coronavírus. Amplo e adequado, o espaço será equipado pela prefeitura para atender aos grupos prioritários com eficiência, segurança e agilidade.

De acordo com o plano, a estrutura oferecerá atendimento drive-thru, entrada para pedestres e sala de espera externa. O serviço funcionará de segunda a sábado, no horário das 8 às 20 horas, e contará também com triagem de pessoas, espaço para cadastramento, estacionamento e sala de aplicação de vacina. O início da vacinação está previsto para 25 de janeiro, cuja primeira dose será https://portalgazetaregional.com.br/wp-content/uploads/2023/06/ed440.pngistrada em trabalhadores de saúde, indígenas e quilombolas, conforme o calendário do Plano Estadual de Imunização.

O planejamento da Pasta também prevê que a vacinação de idosos em asilos será feita nos próprios locais de repouso, permitindo comodidade e segurança. Os pacientes acamados também serão imunizados em suas residências, conforme procedimentos que serão divulgados oportunamente e de acordo com o calendário do Governo do Estado de São Paulo, que prevê a aplicação da primeira e segunda doses em etapas e públicos-alvo diferentes. Até 22 de março, serão vacinados idosos com idade a partir de 60 anos. A programação completa será divulgada nos próximos dias.

Antecipação

Segundo a secretária de Saúde, Adriana Martins, o município vem se organizando desde dezembro de 2020 e já está preparado para receber as doses do Governo do Estado de São Paulo, tanto no que diz respeito à estrutura física quanto a insumos.

“Estamos bastante avançados no planejamento municipal. Agora precisamos aguardar o governo estadual nos informar algumas questões fundamentais para a campanha, como o quantitativo de vacinas por grupo prioritário que será enviado para a nossa cidade. Precisamos também de informações sobre o sistema de informatização que será usado, quais serão os trabalhadores de saúde aptos a receber a vacina, se haverá necessidade da assinatura de termo de consentimento por parte de quem vai receber as doses, além de outros temas importantes”, explica.

Para o prefeito José Luiz Eroles Freire (PL), o Zé, a execução da campanha de vacinação contra a Covid-19 será um dos maiores desafios que a cidade já enfrentou. Será necessário, de acordo com ele, construir uma sinergia entre população e prefeitura para respeitar os grupos prioritários e seguir o Plano Estadual de Vacinação.

“Estamos muito focados em aplicar o plano estadual para imunizar os grupos prioritários, conforme o calendário divulgado pelo governador. Já estamos preparados com os insumos, como seringas e agulhas, estrutura, comunicação visual na Central de Vacinação, tecnologia da informação, redes de frio com câmera de vacina etc”, afirma Zé.

Estrutura para a vacinação

Localizada na Rua Doutor Armindo, 567, no bairro Nogueira, a estrutura que será montada na Escola Profissionalizante Prefeito Sebastião Alvino de Souza contará com entrada drive-thru e acesso para pedestres. A campanha ocorrerá na Central de Vacinação Coronavírus e será feita em asilos e casas de acamados. Não haverá distribuição de doses nas UBSs. Informações referentes a datas de doses e procedimentos cadastrais serão amplamente divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade