Gestão Eduardo Boigues quer Procon que garanta solução às denúncias dos consumidores

Itaquaquecetuba é um dos municípios do Alto Tietê cuja população mais utiliza o Procon para fazer reclamações contra as empresas. Quando assumiu o mandato o prefeito Eduardo Boigues (PP) percebeu que o volume de queixas era alto, com uma média semanal de 250 reclamações, mas o número de casos resolvidos era mínimo. Diante do quadro, sua gestão decidiu criar o Condecon (Conselho Municipal de Defesa do Consumidor) para formular políticas públicas capazes de solucionar problemas entre compradores e vendedores.

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Com a formação do Condecon, município vai criar políticas públicas em defesa dos consumidores

Por Lailson Nascimento / Foto: Bruno Arib

Itaquaquecetuba é um dos municípios do Alto Tietê cuja população mais utiliza o Procon para fazer reclamações contra as empresas. Quando assumiu o mandato o prefeito Eduardo Boigues (PP) percebeu que o volume de queixas era alto, com uma média semanal de 250 reclamações, mas o número de casos resolvidos era mínimo. Diante do quadro, sua gestão decidiu criar o Condecon (Conselho Municipal de Defesa do Consumidor) para formular políticas públicas capazes de solucionar problemas entre compradores e vendedores.

Em entrevista à GAZETA, o secretário municipal de Governo e dirigente do Procon, Marcello Barbosa, explicou que o Conselho é quem vai garantir condições para que a municipalidade possa oferecer mais respaldo aos consumidores. Isso porque o órgão vai auxiliar nas ações de fiscalização, mas também vai criar campanhas educativas.

“O nosso desafio é dar uma resposta rápida ao consumidor que nos procura, no Procon, e não somente o registro do atendimento. Mas a gente não quer um Procon ‘bicho papão’. A ideia é um órgão que defenda os consumidores e que oriente as empresas, para que elas entendam os seus direitos e deveres. Portanto, teremos ações incisivas de fiscalização, mas também trabalhar com campanhas educativas. Uma das etapas do plano de trabalho é justamente um projeto, junto à Secretaria Municipal de Educação, de consumo consciente nas escolas”, explicou.

Questionado sobre o quê a população pode esperar da iniciativa, Barbosa garantiu um Procon e um Condecon ativos, com respostas rápidas às reclamações. O plano de trabalho inicial vai acompanhar o sistema de gestão instituído pelo prefeito, que prevê ações em cem dias, seis meses e 12 meses.

“Nesses cem dias já haverá entregas para a população, pois o Procon está no calendário de atividades do governo. Queremos apresentar resultados, porque não adianta fazer o registro e aguardar uma resposta. Já estamos fazendo um levantamento das empresas mais reclamadas de Itaquaquecetuba dos últimos 12 meses. Baseado nisso nós vamos fazer diligências nas empresas para entender o que está acontecendo”, adiantou o secretário.

Os atendimentos no Procon são realizados de segunda à sexta-feira, das 9 horas às 13 horas. O endereço é Rua Dom Thomaz Frey, 89, subsolo 2. O acesso é feito pelo supermercado Veran, no Centro de Itaquaquecetuba, ao lado do Poupatempo.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade