Dr Camargo é bem avaliado por atuação contra a Covid-19 no município de Arujá

Pesquisa realizada pelo INDSAT (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos) divulgou que o atual governo de Arujá apresenta índices de aprovação no combate à Covid-19 superiores aos dos governos federal e estadual. Os dados levam em conta as ações realizadas pelos gestores públicos, em relação à pandemia, no primeiro trimestre de 2021.

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Prefeito recebeu avaliação melhor do que Jair Bolsonaro e João Doria

Da Redação / Foto: Bruno Arib

Pesquisa realizada pelo INDSAT (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos) divulgou que o atual governo de Arujá apresenta índices de aprovação no combate à Covid-19 superiores aos dos governos federal e estadual. Os dados levam em conta as ações realizadas pelos gestores públicos, em relação à pandemia, no primeiro trimestre de 2021.

Pela pesquisa, que analisa a atuação dos municípios de grande (com mais de 400 mil habitantes), médio (entre 100 mil e 400 mil habitantes) e pequeno porte (com até 100 mil habitantes), Arujá se destaca na frente até dos governos federal e estadual pelo trabalho desenvolvido de janeiro a março contra a Covid-19.

Ao todo, a https://portalgazetaregional.com.br/wp-content/uploads/2023/06/ed440.pngistração municipal, que hoje tem à frente o prefeito Luis Camargo (PSD), o Dr Camargo, obteve 582 pontos no ranking INDSAT, enquanto que os governos federal e estadual obtiveram a média de 437 e 428, respectivamente. A pesquisa mede a satisfação de 16 serviços públicos, além da atuação dos governos no controle da pandemia.

Para alcançar 582 pontos no ranking, a atuação de Dr Camargo no combate à Covid obteve 74% de aprovação (entre ótimo, bom e regular) e só 26% de reprovação (entre ruim e péssimo), ao passo que o governo federal alcançou 44% de aprovação e 56% de reprovação e o governo estadual 41% de aprovação e 59% de reprovação entre os arujaenses.

Para o prefeito, o resultado da pesquisa é um estímulo para que a sua gestão continue cada vez mais forte e atuante no combate à Covid.

“Não tem sido fácil para nenhum gestor público, ainda mais municipal, que depende muito dos recursos vindos das esferas federal e estadual. Temos feito todo o possível para amenizar, ao menos um pouco, o impacto dessa grande crise que assola o mundo inteiro”, afirmou.

Dr Camargo comentou ainda que, diferente de outros municípios no entorno, que inclusive possuem hospital, mesmo com todas as dificuldades e a taxa de ocupação que opera sempre no limite máximo, a atual gestão conseguiu ampliar o número de 16 leitos para 46 leitos (entre UTI e ventilatórios) em três meses, mantendo uma média maior do que na região.

“Estamos mantendo nossos leitos de UTI e semi-intensivos com recursos 100% próprios e se pegarmos a quantidade de leitos municipais, a cada 10 mil habitantes, Arujá está com índice de 1,32, acima da média da nossa região. Em Guarulhos, por exemplo, é 0,55 e Mogi é 1,46. Mas, ainda assim, não é suficiente. Então, nossa situação, apesar de dificílima, temos feito a nossa lição de casa com enxugamento de gastos, articulação política com deputados, colaboração da Câmara Municipal e todos os mecanismos para que possamos salvar vidas”, finalizou.

SAIBA MAIS: https://www.indsat.com.br/single-post/aruj%C3%A1-se-destaca-no-combate-%C3%A0-covid-19-aponta-pesquisa-indsat

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade