Dia da Reciclagem: Tetra Pak amplia projetos de fomento à coleta seletiva no Alto Tietê

No Dia da Reciclagem, celebrado em 17 de maio, a Tetra Pak, uma das líderes em soluções para o envase e processamento de alimentos, reforça seu objetivo de aumentar o número de materiais que são coletados e reciclados no Brasil. Por meio de parcerias e projetos de incentivo, a empresa comemora resultados e anuncia novidades.

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Companhia lança segunda fase do recicla cidade e expande outros projetos

Da Redação / Foto: Bruno Arib

No Dia da Reciclagem, celebrado em 17 de maio, a Tetra Pak, uma das líderes em soluções para o envase e processamento de alimentos, reforça seu objetivo de aumentar o número de materiais que são coletados e reciclados no Brasil. Por meio de parcerias e projetos de incentivo, a empresa comemora resultados e anuncia novidades.

O Recicla Cidade, projeto realizado pela ONG Espaço Urbano com o patrocínio da Tetra Pak e apoio do Cempre (Compromisso Empresarial para Reciclagem), estará em 12 cidades a partir deste mês. O projeto visa aumentar em 20% o volume de materiais reciclados em 12 cidades do Condemat (Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê).

Fazem parte do Condemat os municípios de Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Santa Branca, Santa Isabel, Guararema, Salesópolis e Suzano. O Recicla Cidade já foi realizado com sucesso nas cidades de Guararema, Salesópolis e Piedade, interior de São Paulo, em 2019, registrando aumento de 90% do total de materiais recicláveis coletado.

O projeto envolve o poder público e toda a comunidade com campanhas de conscientização e premiações, incluindo as mais de 600 escolas da região. Nas primeiras etapas são feitas capacitação das cooperativas de catadores locais, dos gestores das cidades e ações de educação ambiental para a população.

“O Recicla Cidade é um projeto de mobilização. Ouvimos toda a população sobre sua visão a respeito da coleta seletiva e partimos para um diálogo em que o objetivo é aumentar a quantidade e a qualidade dos resíduos recicláveis, dar protagonismo às cooperativas e estimular a conscientização sobre o tema nos diversos setores da cidade”, define Roseli Barbosa, gestora de projetos do Espaço Urbano.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade