De mogianos para mogianos: Quitanda Social alimenta milhares e dá renda aos agricultores

A pandemia do novo coronarírus já dura mais de um ano. Nesse período, milhares de moradores de Mogi das Cruzes passaram a contar com o auxílio do poder público para o básico: a alimentação.

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Prefeitura de Mogi das Cruzes abre as portas para os produtores rurais do município

Por Lailson Nascimento / Foto: Bruno Arib

A pandemia do novo coronavírus já dura mais de um ano. Nesse período, milhares de moradores de Mogi das Cruzes passaram a contar com o auxílio do poder público para o básico: a alimentação.

Ciente da responsabilidade com a população, em quatro meses o prefeito Caio Cunha (PODE) ampliou o alcance de um programa que atendia 250 famílias até janeiro para mais de mil famílias nesse início de mandato. O Quitanda Social é uma iniciativa da Secretaria de Assistência Social.

A reportagem da GAZETA acompanhou todas as etapas do programa Quitanda Social. Da colheita no campo à mesa do mogiano, as verduras e legumes garantem sustento às famílias mais vulneráveis e renda às famílias de agricultores. Reportagem em vídeo, traz imagens da plantação à mesa da população (Confira no vídeo acima).

Cooperados na Cooprojur e Cooprovat, pouco mais de 50 agricultores mogianos são responsáveis pelo fornecimento dos produtos agrícolas e têm renda garantida graças à inscrição da Prefeitura de Mogi das Cruzes no PAA (Programa de Aquisição de Alimentos). A iniciativa ocorreu na gestão Caio Cunha.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade