Com poucas vagas para novos enterros, Biritiba Mirim enfrenta crise com cemitério

Em 2005, Biritiba Mirim se tornou ‘a cidade onde se era proibido morrer”. Isso aconteceu quando o ex- prefeito Roberto Pereira da Silva, o Jacaré, fez um decreto ‘proibindo novas mortes na cidade’, pois essa foi a forma encontrada por ele para chamar atenção de autoridades estaduais e federais sobre a necessidade de se construir um novo cemitério municipal no município.

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Reportagem: Giovanna Figueiredo | Imagens: Bruno Arib e Divulgação | Edição: Bruno Arib

Em 2005, Biritiba Mirim se tornou ‘a cidade onde se era proibido morrer”. Isso aconteceu quando o ex- prefeito Roberto Pereira da Silva, o Jacaré, fez um decreto ‘proibindo novas mortes na cidade’, pois essa foi a forma encontrada por ele para chamar atenção de autoridades estaduais e federais sobre a necessidade de se construir um novo cemitério municipal no município.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade