Carreata contra aumento do ICMS reúne mais 100 veículos em Mogi das Cruzes

Mais de 100 veículos participaram da carreata contra o que os manifestantes chamaram de “reajuste da maldade” – reajuste do ICMS (Imposto Sobre Mercadorias e Serviços). O trajeto percorrido por eles abrangeu as ruas centrais da cidade, Vila Industrial, rodovia Mogi-Dutra e finalizou no mesmo local onde começou: na Avenida Cívica, no bairro Nova Mogilar.

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Novos protestos podem acontecer caso o governador João Doria não reveja a decisão

Por Aristides Barros / Fotos: Giovanna Figueiredo

Mais de 100 veículos participaram da carreata contra o que os manifestantes chamaram de “reajuste da maldade” – reajuste do ICMS (Imposto Sobre Mercadorias e Serviços). O trajeto percorrido por eles abrangeu as ruas centrais da cidade, Vila Industrial, rodovia Mogi-Dutra e finalizou no mesmo local onde começou: na Avenida Cívica, no bairro Nova Mogilar.

O vendedor Everton da Silva falou que novos protestos podem acontecer caso o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), não reveja o reajuste no imposto. De acordo com Silva, o reajuste no ICMS deve ocasionar prejuízos não só ao setor automotivo, mas para toda a sociedade.

Everton da Silva – Vendedor

“Vai pesar no bolso de todos os consumidores”, disse antecipando a consequência de repasses nos preços de mercadorias que vão ocorrer devido ao “reajuste da maldade”. Silva disse que caso novos protestos aconteçam então serão participados por trabalhadores de outros segmentos.

VEJA MAIS

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade