Bispo Dom Pedro Luiz Stringhini fala sobre o Santuário de Salesópolis, fé e pandemia

Na sexta-feira (19), a Igreja de São José, em Salesópolis, comemorou um ano de elevação a Santuário Diocesano. A GAZETA conversou com o Bispo Dom Pedro Luiz Sitringhini sobre a importância da elevação, sobre fé e pandemia.

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Autoridade orienta a população a continuar se inspirando em São José

Por Giovanna Figueiredo / Foto: Bruno Arib

Na sexta-feira (19), a Igreja de São José, em Salesópolis, comemorou um ano de elevação a Santuário Diocesano. A GAZETA conversou com o Bispo Dom Pedro Luiz Sitringhini sobre a importância da elevação, sobre fé e pandemia.

Confira os principais trechos da entrevista:

Gazeta Regional (GR): O que é um santuário e qual a importância desse título?

Bispo Dom Pedro Luiz Stinghini (Bispo): Quando uma paróquia começa a ter uma grande movimentação de fiéis, sobretudo vindo de outros lugares, ela está apta a ser elevada a Santuário e foi o que aconteceu com a igreja matriz de São José, em Salesópolis. A devoção a São José é muito grande em toda igreja e Salesópolis, de um modo muito especial, porque é uma cidade muito católica, a mais católica do Alto Tietê.

GR: Quem foi São José?

Bispo: São José é um santo muito querido da Igreja, a devoção a ele é muito grande, porque ele reúne muitos atributos. Primeiro, por ser humilde, depois por ser um trabalhador – um protetor dos operários, ele também é o esposo de Maria, como esposo ele é protetor da família, o ecônomo e patrono da igreja. Mas o que chama muita a atenção é o fato de ele ser o pai da sagrada família. José, ao lado de João Batista, Isabel e Nossa Senhora, foram os primeiros santos do cristianismo, os outros vieram depois. Eles fazem uma ligação entre o antigo e novo testamento. O evangelho diz que José é um homem justo, bom e, por evidenciar essa dimensão da fraternidade, ele foi escolhido para cuidar de Jesus Cristo, para ser o pai adotivo do filho de Deus.

GR: Qual a importância da fé neste momento de pandemia?

Bispo: Salesópolis foi declarado Santuário no dia 19 de março de 2020, que foi o primeiro dia do fechamento das igrejas por conta da pandemia. Completamos um ano de santuário e um ano de pandemia com uma nova ordem de fechar as igrejas, porque a pandemia ainda persiste. Em tempos de pandemia, o povo recorre ainda mais a Deus e a intercessão dos Santos de modo especial. Nós temos que fazer a nossa parte, manter os cuidados e pedir a Deus que intervenha, interfira, inspire e nos ajude.

GR: Que mensagem o senhor gostaria de deixar?

Bispo: Que o povo de Salesópolis continue tendo São José como referência, como intercessor e, através dele, a cidade e o povo recebam muitas bênçãos de Deus, incluindo este pedido tão forte que fazemos para que essa pandemia se acabe. Era isso que eu queria dizer.

VEJA MAIS:

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade