Arujá anuncia o retorno das aulas presenciais para o dia 15 de março

Na tarde desta segunda-feira (8), o prefeito de Arujá, Dr. Luis Camargo (PSD), ao lado da Secretária de Educação, Elaine Gentil, anunciou o retorno das aulas presenciais, de forma gradual, para o dia 15 de março. As aulas remotas da rede municipal retornaram na última sexta-feira (5).

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

A volta será gradual e as salas de aula poderão receber 20% da capacidade

Por Giovanna Figueiredo / Foto: Bruno Arib

Na tarde desta segunda-feira (8), o prefeito de Arujá, Dr. Luis Camargo (PSD), ao lado da Secretária de Educação, Elaine Gentil, anunciou o retorno das aulas presenciais, de forma gradual, para o dia 15 de março. As aulas remotas da rede municipal retornaram na última sexta-feira (5).

De acordo com a secretária, o retorno se dará de forma gradual e híbrida, ou seja, haverá aulas presenciais e virtuais. A ida do aluno para a unidade escolar é opcional e as salas poderão receber 20% da capacidade – cada aluno poderá ir em média uma vez por semana para a escola.

“Nós entendemos a insegurança do país em mandar seus filhos para a escola.  Estamos fazendo o melhor para que as crianças tenham acesso de maneira segura, pois escola não é um lugar para com medo, é um lugar para ir com vontade de aprender”, ressaltou o prefeito.

As unidades de ensino já estão sendo preparadas com todos os protocolos sanitários. O transporte escolar municipal vai funcionar normalmente e os funcionários já estão recebendo orientação quanto as medidas de distanciamento, uso de máscara e álcool em geral, já no caso dos terceirizados o município solicitou as empresas que enviei um documentos especificando o protocolos que serão adotados.

O período de duração das aulas será de 3 horas e os alunos terão direito a merenda, inclusive os que optarem pelo ensino a distância ou não estiverem em dias de aulas presenciais poderão ir até a escola para comer, mas precisará ser avisado à escola para que ela se prepare para receber os alunos.

O EJA (Educação de Jovens e Adultos) é exceção e não terá o retorno presencial permitido, isso porque os adultos têm mais riscos e demoram mais para se recuperar da Covid-19.

“Nenhuma ferramenta substitui o contato com o professor, por isso, decidimos retomar as aulas”, explicou a secretária.

Dr. Luis Camargo ressaltou que as medidas são com base na situação atual da pandemia, se houver piora neste quadro pode haver mudanças.

Aulas remotas

Cerca de 10 mil alunos da rede municipal de educação retornaram na última sexta-feira (5) as aulas de maneira presencial.

O governo de Arujá anunciou também uma redução de gastos, a rede municipal passou a usar a ferramenta gratuita do Google, o Google Sala de Aula, o que gerou uma economia de R$ 1,4 milhão.

A GAZETA questionou a Elaine sobre as crianças que não tem avesso a internet, ela informou que as escolas estão se preparando para fazer um plantão por semana ou a cada 15 dias para atender esses alunos, mas ressaltou que todos os alunos receberão livros e outros materiais didáticos enviados pelos governos do Estado e Federal.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade