Após 45 anos, Radial pode sair de Ferraz

As ruas da cidade de Ferraz de Vasconcelos pode estar chegando ao fim. O andamento do processo de licitação para o transporte público deve resultar na escolha de outra empresa do ramo para atuar na cidade, dominada pela Radial desde 1976.

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Dona da concessão de transporte está na cidade desde os anos 1970 e não tem boa avaliação

Por Aristides Barros / Foto: Bruno Arib

As ruas da cidade de Ferraz de Vasconcelos pode estar chegando ao fim. O andamento do processo de licitação para o transporte público deve resultar na escolha de outra empresa do ramo para atuar na cidade, dominada pela Radial desde 1976.

De lá até os dias atuais, o mundo viveu uma série de acontecimentos históricos importantes, citando no Brasil a queda do regime militar e a redemocratização do país, mas a empresa que atua desde quando os militares mandavam na nação continuou a dar as cartas na cidade.

Nessas quase cinco décadas e principalmente nos últimos anos, o que a Radial conseguiu solidificar na cidade foi a revolta contra ela da população usuária do serviço. A agonia deve acabar e o contrato feito à época que ela passou a atuar na cidade – feito em uma máquina de escrever – agora recebe a modernidade digital e regulamentos nunca obedecidos pela empresa, porque nunca foram escritos na longínqua década de 70.

A empresa que entrar sentirá que tem direitos e deveres com os usuários. O vereador Cláudio Ramos (PT), que preside a Comissão de Transporte Público da Câmara de Ferraz, implícita isso. Ele chamou a realização de uma audiência pública para discutir o tema e também a licitação pública.

“É um momento histórico da cidade e, após a licitação, com a escolha da nova empresa, uma série de mudanças vão ser sentidas na cidade visando que o usuário do transporte público seja tratado com respeito”, assinalou.
O vereador petista defende a gratuidade para idosos a partir de 60 anos de idade e também o passe livre para estudantes.

“Tem outra série de itens que são necessários para que tenhamos um transporte público com qualidade, com a participação direta da fiscalização popular sobre o serviço, o que pode acontecer com a formação do Conselho Municipal de Transporte, que também vamos articular. Ninguém melhor para dizer como está o serviço do que as pessoas que usam diariamente o ônibus, e o Conselho permite a participação de gente do povo integrando os conselhos municipais”, explicou o vereador.

Indagado pela GAZETA se a própria Radial participar e vencer a licitação, como seria a “nova” atuação dela na cidade, ele esclareceu que agora vão recair direitos e deveres sobre a empresa, que deve seguir à risca as cláusulas exigidas no contrato.

]Caso o processo de licitação do transporte coletivo de Ferraz de Vasconcelos não sofra nenhuma contestação das empresas competidoras ou dos órgãos de controle externo, a Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana estima que a concorrência do setor poderá ser concluída dentro de dois meses, contados a partir da publicação do edital prevista para ocorrer de 10 de 15 de junho próximo.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade