Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Crédito digital impulsiona inclusão financeira no Brasil

De acordo com o Relatório de Economia Bancária, número de usuários ativos no SNF e no SPB mais que dobrou desde 2018

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Comprovando sua capacidade de inclusão financeira, o segmento crédito digital/serviços destacou-se como o que mais aumentou sua base de clientes entre junho de 2018 e dezembro do ano passado, de acordo com a mais recente edição do Relatório de Economia Bancária (REB) do Banco Central. Segundo a autoridade monetária, o número de usuários ativos no Sistema Financeiro Nacional (SFN) e Sistema de Pagamentos Brasileiros (SPB) mais do que dobrou no período analisado, registrando 103,2% de expansão. 

Na análise específica do segmento crédito digital/serviços, o Banco Central sinaliza que o crescimento foi impulsionado principalmente pela chegada de novos players no mercado, “devido à oferta do Pix e de cartões de crédito”, pontua o estudo, que destaca que “os usuários ativos apenas em operações de crédito ultrapassaram a marca de 63 milhões de PF e mais de 1 milhão de PJ em dezembro de 2023”. 

Ainda de acordo com o levantamento, nos sistemas financeiro e de pagamentos, os clientes pessoas físicas saltaram de 77,2 milhões (46,8% da população adulta) para 152 milhões (87,7% da população adulta), representando uma elevação de 97,0%. Já entre as pessoas jurídicas (incluindo microempreendedores individuais) houve uma expansão de 3,4 milhões para 11,6 milhões, o que significa um avanço de 244,5%. 

Na avaliação da Associação Brasileira de Crédito Digital (ABCD), as conclusões do relatório do BC comprovam a capacidade do setor em promover a inclusão financeira e estão em linha com a movimentação do mercado nos últimos anos. 

“A digitalização dos serviços financeiros, fortemente impulsionada pela expansão das fintechs na esteira da pandemia, vem ano a ano demonstrando seu potencial ao permitir que um contingente importante de pessoas tenha acesso não apenas a uma conta bancária e a um cartão de crédito, mas também a uma série de produtos e serviços financeiros”, afirma Claudia Amira, diretora-executiva da associação. 

“Por meio dessas ofertas, potencializadas pelo aumento da concorrência e pela profusão de inovações, cada vez mais brasileiros têm a oportunidade de buscar recursos financeiros em condições mais favoráveis e alinhadas a seus perfis e objetivos”, completa a executiva. 

O Relatório de Economia Bancária (REB) do Banco Central está disponível na íntegra em https://www.bcb.gov.br/publicacoes/relatorioeconomiabancaria

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp
daredacao
Reportagens - 11769
Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade