Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Projetos de pesquisa do câncer recebem prêmio internacional

Prêmio Internacional Fiocruz Server premia projetos de pesquisa contra o câncer. A premiação tem como objetivo principal estimular a produção de conhecimento e o desenvolvimento de novas terapias além de abordagens para o tratamento do câncer.
Projetos de pesquisa do câncer recebem prêmio internacional
Projetos de pesquisa do câncer recebem prêmio internacional

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

Em iniciativa conjunta, a Fiocruz e a francesa Servier anunciaram os vencedores do 2º Prêmio Internacional Fiocruz Servier, primeiro em Oncologia. A premiação tem como objetivo principal estimular a produção de conhecimento e o desenvolvimento de novas terapias além de abordagens para o tratamento do câncer. Entre mais de 30 inscritos avaliados, três projetos foram selecionados, cada um para receber um prêmio de 50 mil euros para financiar o desenvolvimento de pesquisas ao longo de dois anos.

Os projetos vencedores foram Estudo NextGeNETs: perfil molecular de neoplasias neuroendócrinas após alquilantes e resposta à imunoterapia, apresentado por Rachel Simões Pimenta Riechelmann, diretora do Departamento de Oncologia Clínica do A.C. Camargo Cancer Center; cDNA e predição de resposta à terapia neoadjuvante em câncer de pâncreas localmente avançado, apresentado por Tiago Cordeiro Felismino, líder do Centro de Referências do Aparelho Digestivo Alto do A.C. Camargo Cancer Center e mestrando em Precision Cancer Medicine, na Universidade de Oxford (Inglaterra); e Potencializando Células CAR-T em um protocolo ultrarrápido de manufatur, apresentado por Martin Bonamino, do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

“A premiação faz parte do compromisso da Fiocruz com a promoção de pesquisas inovadoras e o desenvolvimento de novas terapias que possam transformar o tratamento oncológico no SUS”, afirma o presidente da Fiocruz, Mario Moreira.

O prêmio poderá ser utilizado para diversas finalidades, incluindo pagamento de bolsas de pesquisa, passagens e diárias para participação em congressos, testes e serviços para desenvolvimento do projeto, e compra de equipamentos, materiais, insumos e reagentes.

“Esta iniciativa valoriza os esforços dos cientistas e promove a colaboração entre diferentes instituições, acelerando o desenvolvimento de soluções que beneficiam diretamente os pacientes”, afirma o diretor geral da Servier no Brasil, Mathieu Fitoussi.

O processo de avaliação dos projetos foi anônimo e conduzido por um júri composto por membros do Inca, da Servier, da Fiocruz, da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) e da Sociedade Brasileira de Auditoria Médica (SBAM), garantindo imparcialidade na escolha dos vencedores sem que Fiocruz e Inca avaliassem projetos das próprias instituições.

A parceria entre a Fiocruz e a Servier, com apoio do Inca, SBOC e SBAM, reforça o compromisso com a ciência e a saúde pública, proporcionando aos pesquisadores brasileiros maior visibilidade e recursos para continuar os trabalhos. Com o prêmio, espera-se estimular outras pesquisas focadas no desenvolvimento de terapias medicamentosas, capazes de contribuir para a melhoria do tratamento do câncer e, consequentemente, para a qualidade de vida dos pacientes.

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp
daredacao
Reportagens - 11769
Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade