Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Estomaterapeuta trata ferida crônica e promove autocuidado eficaz

O estomaterapeuta trata feridas crônicas, estomias e incontinências, além de colaborar com outros profissionais para um atendimento eficaz. A cicatrização adequada melhora a qualidade de vida dos pacientes e a promoção do autocuidado incentiva a sua autonomia, contribuindo para o bem-estar físico, emocional e social.
Estomaterapeuta trata ferida crônica e promove autocuidado eficaz
Estomaterapeuta trata ferida crônica e promove autocuidado eficaz

Receba as novidades direto no seu smartphone!

Entre no nosso grupo do Whatsapp e fique sempre atualizado.

O papel do estomaterapeuta no tratamento de feridas crônicas é fundamental para a recuperação e qualidade de vida dos pacientes. Estomaterapeuta, de acordo com o dicionário Priberiam, é o especialista em estomaterapia que realiza cuidados necessários a portadores de drenos e cateteres, estomias, feridas crônicas, fístulas e incontinências.

No contexto de feridas crônicas, que são aquelas que não cicatrizam dentro do tempo esperado, o papel do estomaterapeuta destaca-se pela abordagem multidisciplinar e científica.

As feridas crônicas são consideradas um grave problema na saúde pública, pois são caracterizadas por sua demora ou dificuldade na cicatrização, o que impacta na qualidade de vida do paciente (Revista Arq. Ciência Saúde UNIPAR, 2023). Essas feridas requerem uma avaliação precisa e contínua do estado da ferida e das condições do paciente, como a circulação sanguínea e o controle glicêmico, facilitado pela expertise do estomaterapeuta.

Um dos principais papéis do estomaterapeuta é o conhecimento científico para a qualidade de vida do paciente como um todo. Segundo SOBEST (2024), com esse conhecimento científico o estomaterapeuta é capaz de fornecer cuidados preventivos, curativos e de reabilitação, com uma abordagem holística, em todas as suas áreas de atuação profissional; como também promover a autonomia de seus assistidos. Com essas informações, o estomaterapeuta pode criar um plano de tratamento personalizado que promove a cicatrização e melhora na qualidade de vida do paciente.

O estomaterapeuta não trata apenas feridas crônicas, ele também educa o paciente e cuidadores sobre o autocuidado e a prevenção de novas feridas, comenta Micheline Sarquis, Membro Pleno da Sociedade Brasileira de Estomaterapia (Sobest) e CEO do Instituto Micheline Sarquis tratamento de feridas crônicas em Belo Horizonte – MG.

A atuação do estomaterapeuta conta com a colaboração multiprofissional. Trabalhando em conjunto com médicos, nutricionistas, fisioterapeutas e outros profissionais de saúde, eles buscam atender as necessidades do paciente. Essa abordagem integrada lida com a complexidade das feridas crônicas buscando a cicatrização efetiva.

Para mais informações e conhecer os tipos de tratamentos de feridas crônicas, basta
acessar: https://www.institutomichelinesarquis.com

Compartilhe com Todos!
Facebook
WhatsApp
dino
Reportagens - 6584
Fique Informado!

Siga a Gazeta

Leia Também

Publicidade